domingo, 12 de outubro de 2008

Clandestino

18 Outubro @ aula magna

2 comentários:

Rita disse...

Adoro esta canção dos Deolinda! Arrepia-me!

sete sóis sete luas disse...

que guitarra inspiradora. e a voz da bacalhau, totalmente inspirada, soa delicada, talvez como a de teresa salgueiro, com a mãe de deus no canto.